Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus tem aluno selecionado para intercâmbio no Japão
Início do conteúdo da página Notícias

Campus tem aluno selecionado para intercâmbio no Japão

O estudante Robson Luan do Nascimento, aluno do 3º ano do Curso Técnico em Eletroeletrônica, viaja para o Japão no dia 23 de novembro.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 23/09/2019 16h51
  • última modificação 23/09/2019 17h29

Foi divulgado no dia 19 de setembro o resultado final do Programa Sakura Science High School Program (SAKURA SHSP, com a aprovação do aluno Robson Luan do Nascimento, do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Santa Inês. Para participar do programa foram selecionados dois estudantes de cada região do Brasil. Dentre 10 alunos selecionados em todo o Brasil, destacou-se Robson Luan do Nascimento, do Campus Santa Inês, que representará o Instituto Federal do Maranhão, o Maranhão, e a região do Vale do Pindaré no Japão Da região Nordeste foram selecionados dois alunos, um Instituto Federal da Bahia e outro do IFMA.

O IFMA fez a seleção para o intercâmbio de curta duração no Japão tendo como critérios classificatórios: a participação em projetos de pesquisa aplicada, em projetos de extensão tecnológica e em eventos técnico-científicos (nacionais, internacionais, regionais e locais), além da proficiência em língua inglesa. Dos 7 alunos classificados que foram para a entrevista em inglês, apenas 2 alunos atenderem aos critérios obrigatórios constantes no edital: dos campi Santa Inês e Monte Castelo (São Luís) após comprovação do nível mínimo B1 de proficiência em Inglês, por meio de entrevista realizada por avaliadores ad hoc designados pela Diretoria de Relações Internacionais – DIRI do IFMA.

Robson Luan comentou que “Eu já tinha noção que eu poderia ser selecionado, pois eu me preparei para isso. Foi uma competição acirrada, e após o resultado final sai correndo espalhando a notícia para meus professores e pelo campus, e minha preparação foi basicamente voltado para o inglês, então eu assistia filmes em inglês, sem legenda e com um amigo consegui um curso de inglês que me ajudou na preparação. Sobre o Japão, espero aproveitar bastante e colher bastante conhecimento, conhecer a estrutura de lá, por ser um país tão tecnológico, e trazer experiências para a continuação dos projetos que desenvolvemos aqui no campus, como o Bumbajah e outros”, contou.

“Pra mim foi um grande salto, pois antes de entrar no IFMA eu não tinha uma base, um conhecimento muito bom nas áreas que hoje domino, como: eletrônica, mecânica, elétrica, e, hoje participo de vários projetos e tenho uma importância dentro deles, assim, o IFMA pra mim foi algo muito bom, me abriu muitas portas com viagens internacionais, projetos e envolvimento com projetos até de nível superior, antes de estar no ensino superior, me elevou muito e me fez enxergar o quão longe eu posso ir”, complementou Robson.

Para o colega Joel Neres, do curso de Eletromecânica, que também participa de alguns projetos com Robson, “serve como expressão para pessoas que estejam interessadas em projetos, terem um aspecto motivacional de como ele conseguiu. Ele sempre foi uma pessoa dedicada e se destacou em tudo que fazia e faz, estudava e compartilhava o sentimento com a gente… graças a Deus foi tudo possível e além dele estar muito feliz, nós vemos isso como aprendizado e vemos ele como uma pessoa para nos espelhar no futuro, parabéns garoto Robson”, parabenizou.  “A gente fica surpreso pelo resultado e ao mesmo tempo sabemos o potencial que o campus tem, temos nos esforçado nos projetos para nossos alunos e ele (Robson) tem esse potencial, ficamos felizes por tudo que ele representa para o campus”, enfatiza o professor Francisco Pessoa Junior, diretor de Desenvolvimento Educacional do Campus Santa Inês.

A viagem ao Japão acontece no dia 23 de novembro. O Sakura SHSP está previsto para acontecer de 24 a 29 de novembro.

O currículo do estudante é bem extenso, já tendo participado de outras competições nacionais e internacionais como:

  • Olímpiada Internacional de Matemática – Asia International Mathematical Olympiad- AIMO 2017, na Malásia 2017;
  • Olímpiada Internacional de Matemática na ÁSIA– AIMO 2018, Bangkok, capital da Tailândia, conquistando a medalha de Ouro;
  • Olimpíada de Matemática 2019 – Concurso Canguru de Matemática Brasil, conquistando a medalha de Prata;
  • É Diretor de Operações e Gerente de Freios do Projeto Bumbajah do IFMA – Campus Santa Inês;
  • É presidente dos projetos no Campus: BAJA (BUMBAJAH), Eficiência Energética, Aero design e Karts.

O PROGRAMA SAKURA

O programa levará dez estudantes de cursos técnicos integrados ao ensino médio do Brasil para um intercâmbio de curta duração no Japão. Edital abriu a oportunidade de dez vagas para intercâmbio no Japão, através do no Edital Conif/AI nº 1/2019 lançado na quinta-feira, 15/8, pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Somente candidatos regularmente matriculados em instituições vinculadas ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) poderão concorrer às vagas. É necessário no mínimo 16 anos, comprovar rendimento de 80% nas disciplinas cursadas (média global), possuir certificação de proficiência em inglês (nível mínimo B1) e não ter participado de programas de intercâmbio no Japão anteriormente.

Os alunos selecionados no país terão sete dias de imersão na área de ciência e tecnologia avançada, a partir de visitas a centros de pesquisa e universidades, participação em aulas especiais com ganhadores do Prêmio Nobel e demais atividades ao lado de discentes japoneses e de outros países. As atividades in loco serão acompanhadas por dois servidores da Rede Federal.

Em parceria com a Agência de Ciência e Tecnologia do Japão (JST, na sigla em inglês) e a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC), o programa custeará todas as despesas dos representantes brasileiros – passagens aéreas, hospedagem, alimentação, transporte terrestre no Japão, seguro-viagem e visto japonês. Somente os valores referentes à emissão do passaporte e à entrevista no consulado japonês para obtenção do visto não serão cobertos.

Objetivo do Programa

Promover intercâmbio de curta duração (7 dias) para estudantes brasileiros na área de ciência e tecnologia avançada, desenvolvidas no Japão, por meio de visitas a centros de pesquisa e universidades daquele país, participação em aulas especiais com ganhadores de prêmio Nobel, visita à embaixada do país de origem no Japão, entre outras atividades junto a estudantes do ensino médio japoneses e de outros países participantes.

Os estudantes selecionados do Sakura Science High School Program (SAKURA SHSP, na sigla em inglês) são: Antônio Victor Machado de Oliveira, do Instituto Federal do Espírito Santo; Clara Marcelino Ribeiro de Sousa, do Instituto Federal de Goiás; Gabriela Tomaz do Amaral Ribeiro, do Instituto Federal Sul-rio-grandense; Julia Vieira Saliba Rebouças, do Instituto Federal de Brasília; Liandra Giovanna Carvalho Góes, do Instituto Federal de Roraima; Lucas Morais Barreto, do Instituto Federal da Bahia; Nicole Citadin, do Instituto Federal de Santa Catarina; Normando Dutra dos Santos Filho, do Instituto Federal do Acre; Robson Luan do Nascimento de Sousa, do Instituto Federal do Maranhão e Victor Gustavo Pires Ferreira, do Instituto Federal do Triângulo Mineiro.

Os jovens participarão, em novembro, de um intercâmbio de curta duração no Japão que inclui: imersão na área de ciência e tecnologia avançada, participação em aulas especiais com ganhadores do Prêmio Nobel e demais atividades ao lado de discentes japoneses e de outros países. As atividades in loco serão acompanhadas por dois servidores da Rede Federal.

Em parceria com a Agência de Ciência e Tecnologia do Japão (JST, na sigla em inglês) e a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC), o programa custeará todas as despesas dos representantes brasileiros – passagens aéreas, hospedagem, alimentação, transporte terrestre no Japão, seguro-viagem e visto japonês. Somente os valores referentes à emissão do passaporte e a viagem para entrevista no consulado japonês para obtenção do visto não serão cobertos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página