Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus sedia Audiência Pública sobre Política Florestal
Início do conteúdo da página Notícias

Campus sedia Audiência Pública sobre Política Florestal

O evento, realizado no auditório do campus, foi organizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA)
  • Ascom, com informações do campus
  • publicado 09/08/2019 18h44
  • última modificação 09/08/2019 18h44

O Instituto Federal do Maranhão – Campus Santa Inês – sediou nesta quinta feira (08), a primeira audiência pública para tratar da Política Florestal do Maranhão.

A audiência, realizada no auditório do campus, foi organizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), com o objetivo de fortalecer e articular instâncias democráticas do diálogo e promoção da participação social, por meio de depoimentos das pessoas nas suas experiências, bem como de autoridades nas várias vertentes para atualização do anteprojeto de lei da política florestal do Maranhão.

Participaram acadêmicos, representantes de instituições de ensino, de políticos municipais e estaduais, de associações indígenas, conservadores de áreas florestais e representantes de órgãos e empresas públicas e privadas.

O superintendente de Recursos Florestais, Júlio Portela, falou do motivo que levou a secretaria a realizar a audiência e de acontecer na cidade de Santa Inês. “Hoje, a nossa política florestal é de 2006 e nós detemos o Código Florestal do Brasil, que é de 2012. Com isso, a nossa política florestal ficou obsoleta, ficaram alguns artigos atrasados”, comentou. Segundo ele, aproveita-se o momento, depois de vários debates na Secretaria de Estado do Meio Ambiente, junto ao Conselho Estadual de Meio Ambiente do Estado do Maranhão, para tratar desta demanda.

Ao justificar a localidade, explica que Santa Inês é um polo que abrange muitos municípios com número grande de habitantes na área do entorno. “A cidade é um local estratégico e também uma região de atividades Agrossilvipastoril na criação de gados e pecuária”.

Cirino Rodrigues, secretário de Meio Ambiente de Santa Inês falou da positividade e importância do evento e parabenizou a todos pela organização. Disse que a conscientização ambiental deve ser bastante trabalhada. “Fico feliz por ver a comunidade abraçando a ideia.”

José Ribamar Caires Andrade (Mazim), secretário de Meio Ambiente da cidade vizinha, Pindaré Mirim, também esteve presente e falou que debater as diretrizes das problemáticas ambientais abrindo espaço para a comunidade, potencializa toda a região.

Para o Promotor de Justiça, Sandro Lobato, a iniciativa é bastante pertinente e também prevista em lei. “O evento é de grande importância porque mostra para a população o que o Governo pretende na área da política florestal do Maranhão e atualização das leis. Além de mostrar, vem pedindo sugestão para a população, em uma área bem sensível, que é a ambiental”

Raimunda Nonata Viana, é conservadora de terras, trabalha há mais de 50 anos com agricultura. Participou do evento e destacou que, além de debater as diretrizes da lei, o momento serve para aprender mais e dar visibilidade às comunidades como a que ela está inserida.

A assessora de Relações Institucionais da Secretaria de Meio Ambiente Cristiane Guedelha, agradeceu ao IFMA pelo apoio dado ao evento, recepção, solicitude e predisposição da instituição, nesta parceria.

A próxima audiência acontecerá na cidade de Caxias, dia 21 de agosto. Em seguida, na cidade de Balsas, dia 19 de setembro, seguido de Imperatriz e finalizando em São Luís, com datas ainda a serem anunciadas.

Fim do conteúdo da página