Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Efetivada programação sobre meio ambiente
Início do conteúdo da página Notícias

Efetivada programação sobre meio ambiente

Cidades sustentáveis, fontes renováveis, jogos eletrônicos e ecoturismo foram alguns dos temas abordados pela comunidade acadêmica nos dias 5 e 6 de junho.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 14/06/2019 11h25
  • última modificação 14/06/2019 11h27

Na Semana do Meio Ambiente e Dia da Logística 2019, o Instituto Federal do Maranhão – Campus Santa Inês – executou várias atividades acadêmicas com os alunos do médio integrado e superior, tendo como tema principal Responsabilidade socioambiental e consumo consciente. Na data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, os estudantes expuseram vários trabalhos por meio de banners, maquetes, brincadeiras, prêmios, quiz, abordando diversos temas. As tarefas, apresentadas sob a orientação da professora Hellen Paiva, envolveu os alunos dos cursos Eletroeletrônica, Eletromecânica, Edificações e Logística sobre “Cidades Sustentáveis”. “Aqui no Brasil temos como exemplo as cidades de Curitiba e Londrina, que se destacam em minimizar os impactos que as grandes cidades causam ao meio ambiente”, diz a professora.

Outro tema enfatizado foram as “Fontes Renováveis e Não-Renováveis” mostrando que é possível utilizar outros tipos de energia para diminuir o uso excessivo dos derivados do petróleo – um dos grandes vilões da poluição atmosférica no planeta. Na ocasião, relataram as principais conferências em defesa ao Meio Ambiente, desde Estocolmo (1972) até o RIO +20, que aconteceu em 2012 no Rio de Janeiro com o objetivo de discutir sobre a revalorização do compromisso político com o desenvolvimento sustentável. Além disso, abordaram trabalhos sobre os “Biomas Brasileiros”.  “A maioria destes sistemas estão sendo devastados através de queimadas, agronegócio, desmatamento, extinção de animais devido ao uso indiscriminados das grandes empresas multinacionais, que vêm explorar os nossos recursos e a falta de fiscalização mais eficiente dos órgãos competentes”, avaliam os professores.

A atividade favoreceu a criação de jogos eletrônicos (quiz). Por meio da diversão, os participantes aprenderam a valorizar e conservar o meio ambiente. Os alunos comentaram sobre a extração dos recursos naturais e enfatizaram que, até 2050, serão necessários dois planetas terra para suprir o consumo e alimentação da população mundial. A comunidade acadêmica ficou atenta à situação dos rios maranhenses que estão cada vez mais poluídos com lixo e esgotos. Outra observação é que o crescimento desordenado da população pode afetar os cursos desses rios. O Ecoturismo entrou em pauta, analisado como pode conservar ou não o meio através de seus projetos sustentáveis, o que as ONGs estão fazendo para cooperar com as ações que melhorem a sustentabilidade do meio ambiente.

A professora Diely Caroline Sousa trabalhou com os alunos do curso de Logística o uso da língua inglesa e meio ambiente, e como essa relação está bem presente no nosso meio. Já a professora Yrlles Araújo orientou os alunos de Edificações na apresentação dos trabalhos sobre a construção sustentável no uso de bambu, caroço de juçara e fibras do coco da praia na fabricação de estruturas mais resistentes, uso do concreto sustentável na fabricação de calçadas e praças, a WikiHouse um tipo de casa feita de papelão com um custo menor em relação as casas de alvenaria.

A aluna Ana Laura, do curso técnico em Informática 2019 fez uma “Oficina de Customização”, utilizando roupas já em desuso, as quais viram uma peça diferente que pode gerar renda, diminuindo o consumo na compra de roupas novas. A discente também ministrou uma pequena palestra sobre indústrias têxteis que utilizam uma grande quantidade de água na fabricação e tintura dos tecidos, mostrando que o resíduo pode afetar o meio ambiente. Os alunos do técnico em Administração e Administração bacharelado, com a orientação da professora Eva Dayna e do professor Claudio Figueredo, juntamente com os demais professores destas turmas, visitaram o Engenho Central em Pindaré Mirim, onde foram passados vários curtas sobre o meio ambiente, seguido de uma roda de conversa sobre o assunto.

Dia da Logística

O segundo dia do evento, 06 de junho, seguiu a programação, celebrando o Dia da Logística, com a palestra “Impressão 3D ou Manufatura Aditiva”, ministrada pelo engenheiro sênior da empresa Vale, Álvaro Meton, que expôs como esse tipo de tecnologia pode ajudar grandes empresas nas confecções de peças em curto tempo e um com custo mais barato.

Outro setor em evidência nesse tipo de tecnologia é a medicina no uso de próteses, peças ortopédicas e outros materiais. Os alunos do curso de Logística, orientados pelos professores Claudio Silva e Willian Martins, apresentaram vários trabalhos sobre as “Tecnologias Disruptivas ligados à Logística 4.0”, utilizando maquetes, banners, slides, exposição acerca de Condomínio Logístico, utilização de roupas recicláveis (Fashion Trash), realidade virtual e aumentada, startups, inteligência artificial aplicada à logística 4.0, Big Data. Os docentes explicam que a Logística 4.0 tem um papel importante nessa revolução com inovações disruptivas a fim de garantir o elo do planejamento, controle, monitoramento e rastreamento de todas as etapas da cadeia. Esse aperfeiçoamento da logística, segundo eles, minimiza os desperdícios e burocracias em sistemas inteligentes que possuem a capacidade de reunir dados e funcionar de forma automática em grandes estoques e centrais de distribuição.

Na oportunidade, o professor Claudio Figueredo, juntamente com os alunos de Logística 2019, apresentaram uma peça teatral abordando a atual conjuntura política sobre o meio ambiente, saúde, educação e o que o governo está fazendo para melhoria desses setores. Houve também a apresentação musical dos professores Tayane Trajano e Willian Martins, com a participação de alunos e demais docentes, mostrando seus talentos.

Durante o encerramento dos cursos noturno, ocorreram as apresentações de trabalhos de produtos recicláveis em língua espanhola pelos alunos do Proeja 2019, sob a orientação da professora Myrian Costa, além de trabalhos apresentados pelos alunos do curso Tecnólogo em Construção de Edifícios. Orientados pela professora Ângela Mouzinho, abordaram as barragens existentes no Brasil devido ao desabamento ocorrido em Minas Gerais. “Percebemos que preservar o meio ambiente através das tecnologias pode minimizar o uso dos recursos naturais, utilizando outras inovações e fontes de energia, com impactos menos poluentes para o nosso planeta”, comenta a professora.

Fim do conteúdo da página