Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus realiza campanha de vacinação contra gripe
Início do conteúdo da página Notícias

Campus realiza campanha de vacinação contra gripe

Professores são um dos grupos prioritários para a imunização contra o vírus Influenza A (H1N1).
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 14/05/2019 15h00
  • última modificação 14/05/2019 15h00

Nesta terça-feira (14), o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Santa Inês deu início à Campanha de vacinação contra o Influenza A (H1N1), cujo público-alvo são os professores. A campanha será realizada também na quinta-feira (16/05) e vai disponibilizar outras vacinas de rotina para atualização do calendário de vacinação dos demais servidores. Estão sendo disponibilizadas vacinas contra Difteria e Tétano (dT), Hepatite B, Tríplice Viral e Febre amarela.

A iniciativa faz parte da programação da Semana da Saúde, realizada no mês de abril deste ano pela Coordenadoria de Assuntos Estudantis do campus. O objetivo foi conscientizar a população adulta sobre a importância de manter o cartão de vacina atualizado e imunizar o maior de número de professores, bem como a atualização a vacinação dos demais servidores.

As doses foram aplicadas pela técnica em Enfermagem da Secretaria de Saúde do município de Santa Inês, Maria Elionelma Rolim, que acentua “a campanha está correndo muito bem aqui na escola e esperamos imunizar uma grande parte do público esperado”. A técnica aproveitou para atualizar a carteira de vacinação de alguns servidores, que é exigida no ato da vacinação, e para os que não a possuíam, foi feita no ato.

 

Sobre a Campanha nacional

Em 2019, O Ministério da Saúde lançou a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, no período de 10 de abril a 31 de maio de 2019, sendo 04 de maio o Dia de mobilização nacional. Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. O público-alvo, portanto, representará aproximadamente 59,1 milhões de pessoas.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis para a vacinação. Visando ampliar o acesso à vacinação dos grupos mais vulneráveis, neste ano, as crianças menores de 6 anos de idade também serão vacinadas. Até o ano de 2018 a vacina estava disponível para as crianças menores de 5 anos de idade. Nesta campanha, oportunamente, também serão disponibilizadas as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação para atualização da Caderneta de Vacinação da criança e da gestante. Esta ação busca o resgate e vacinação de não vacinados, por considerar o risco para as doenças imunopreveníveis, além das baixas coberturas vacinais neste público.

Fim do conteúdo da página